ULTIMAS NOTICIAS

6/recent/ticker-posts

18 estados e o DF anunciam prorrogação de quarentena e endurecimento de restrições para conter o coronavírus

18 estados e o DF anunciam prorrogação de quarentena e endurecimento de restrições para conter o coronavírus18 estados e o DF anunciam prorrogação de quarentena e endurecimento de restrições para conter o coronavírus

Dezoito estados e o Distrito Federal anunciaram nesta semana a ampliação do isolamento social no mês de maio com o objetivo de conter o avanço do coronavírus.
Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Pará, Paraíba , Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia , Santa Catarina, São Paulo, Piauí e Sergipe estenderam as restrições de acesso a escolas, comércio e outros locais públicos.
Além dos 17 acima, a Região Metropolitana de São Luís, no Maranhão, foi o primeiro local no Brasil a adotar o lockdown (bloqueio total). A duração da medida está prevista para dez dias, a partir da próxima terça-feira (5).
Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Roraima e Tocantins ainda não divulgaram se irão prorrogar ou flexibilizar o prazo da quarentena.
Veja, em ordem alfabética, o novo prazo das medidas de isolamento de cada estado:
Acre
Pela terceira vez, o governo do Acre estendeu a suspensão das aulas nas escolas das redes pública e privada do estado. A medida, agora, vai até o dia 15 de maio. Diferentemente do estado, a capital Rio Branco prorrogou a suspensão das aulas até 17 de maio. A nova decisão ainda deve ser publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).
Alagoas
O governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), anunciou que vai prorrogar o decreto de emergência até o dia 15 de maio com medidas mais duras para conter a propagação do novo coronavírus e admitiu até a possibilidade de fechamento total do estado, o chamado lockdown.
Amapá
Foram prorrogados por mais 15 dias – até 18 de maio – os decretos estadual e municipal que limitam o funcionamento do comércio apenas para atividades não essenciais e reforçam as medidas de isolamento social no Amapá e na capital Macapá. A assinatura dos documentos aconteceu neste domingo (3).
Com a terceira prorrogação, o estado vai completar, ao fim do prazo, 60 dias em ações de quarentena, mantendo suspensão de atividades que gerem aglomerações, eventos com presença de público e fechamento ou limitação de locais de grande circulação.
Amazonas
 
Os serviços não essenciais no Amazonas estão suspensos até 13 de maio. Segundo o governo do estado, a medida mantém a suspensão de atendimento público em restaurantes, bares, lanchonetes, praças de alimentação e similares.
 
Bahia
O novo decreto na Bahia prorroga até 18 de maio a suspensão das aulas em escolas públicas e particulares. A medida também impede a realização de eventos com mais de 50 pessoas. O governo do estado publicou a oficialização na sexta-feira (1°) no Diário Oficial.
 
Ceará
O atual decreto de isolamento social no Ceará vai até 5 de maio. Na sexta-feira (1º), o governador Camilo Santana (PT) sinalizou que irá prorrogar esse prazo e avalia medidas ainda mais duras, principalmente, em Fortaleza, onde houve uma escalada de casos e mortes por Covid-19.
 
Distrito Federal
Novo prazo prevê a restrições a eventos, parques, academias, restaurantes, bares e parte todo comércio até 10 de maio. As aulas em instituições públicas e privadas permanecem suspensas até 31 de maio.
Espírito Santo
Na quinta-feira (30), o governo do Espírito Santo decidiu estender a suspensão das aulas até o final do mês de maio. Bares, eventos e parques também seguem suspensos por mais 30 dias. Já as academias continuam suspensas por mais 15 dias. O governador também informou que as atividades não essenciais dos municípios do mapa de risco, onde o prazo atual termina neste domingo (3), também pode ser estendido.
 
Maranhão
A partir do dia 05 de maio, entra em vigor o decreto de lockdown (bloqueio total) de quatro municípios da Região Metropolitana de São Luís. A medida terá duração de 10 dias e foi tomada pelo Ministério Público do Maranhão devido ao aumento de casos e mortes pelo novo coronavírus. Maranhão é o primeiro estado do Brasil a adotar esse tipo de restrição.
Pará
O novo decreto de isolamento no Pará determina que até 15 de maio o fechamento de praias, igarapés, balneário, clubes. Na sexta-feira (1º), o governador Helder Barbalho, disse que pode adotar medidas mais duras, como utilizar a força do Estado, para garantir o isolamento social no estado.
De acordo com o governo do estado, o novo prazo se estende, também, aos estabelecimentos de atendimento ao público e paradas de ônibus, que devem ter demarcação de distanciamento social de 1 metro para filas, entre pessoas com máscara.
Paraíba
O período de quarentena de João Pessoa foi estendido, e agora os serviços não essenciais permanecem fechados até 18 de maio.
Pernambuco
Pernambuco prorroga medidas restritivas para comércio, serviços e instituições
Comércio, serviços não essenciais, parques e praias permanecem fechados até o dia 15 de maio. As instituições de ensino tem prazo maior de fechamento, não devem abrir até 31 de maio. No arquipélago de Fernando de Noronha, a quarentena vai até o dia 10 de maio.
Piauí
O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), manteve a quarentena em todo o estado do Piauí até o dia 21 de maio. Na quinta-feira (30), o chefe do executivo estadual anunciou que o novo decreto prorrogou as medidas de isolamento social para combate ao novo coronavírus. "A regra do ficar em casa continua", afirmou Wellington.
Com a prorrogação do decreto, apenas atividades consideradas essenciais (supermercados, postos de combustíveis, bancos, por exemplo) podem funcionar. O comércio continua fechado.
Rio de Janeiro
No estado, o isolamento foi prorrogado para 11 de maio. Já no município, a quarentena vai até o dia 15 de maio com as escolas fechadas. As medidas de isolamento foi prorrogada pela Prefeitura do Rio e governo do estado. O prefeito Marcelo Crivella disse que pode endurecer decreto se isolamento não for respeitado.
Rio Grande do Norte
 
As restrições do comércio agora vai até o dia 5 de maio. Novo decreto também suspende as aulas da rede pública e privada do Rio Grande do Norte até 31 de maio.
Rondônia
Até 17 de maio as escolas públicas estaduais e privadas estão com aulas suspensas. Na rede municipal, as prefeituras podem optar pela retomada das atividades escolares a partir do dia 4 de maio.
O novo decreto permite que cultos religiosos voltem a ser realizados a partir do dia 2 de maio, respeitando as normas de higiene, limite de ocupação de 30% da capacidade máxima.
Locais de entretenimento como bares e baladas dependem de regulamentação dos municípios para voltarem a funcionar.
Santa Catarina
 
O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), anunciou na quinta-feira (30) que o transporte público, aulas e eventos seguem sem prazo de retorno no estado.
A medida ocorre em paralelo ao afrouxamento das restrições da quarentena, que começou no dia 22 de abril e liberou a abertura do comércio, inclusive de shoppings, com algumas regras de distanciamento.
São Paulo
O prefeito da capital paulista, Bruno Covas (PSDB), anunciou o bloqueio de avenidas a partir do dia 04 de maio para aumentar isolamento social. A cidade de São Paulo terá a quarentena prorrogada após o dia 10 de maio com restrições mais rígidas, segundo secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.
Na terça-feira (28), o índice do isolamento social no estado foi de 48%. O Governador João Doria disse que não há chance de flexibilizar a quarentena se o isolamento não aumentar.
 
Sergipe
 
Após três dias de publicação, o governo de Sergipe revogou o decreto que afrouxou as regras de isolamento do comércio. A suspensão entrou em vigor no dia 1º de maio.
Fonte : G1

Postar um comentário

0 Comentários