ULTIMAS NOTICIAS

6/recent/ticker-posts

Dois mil litros de álcool em gel devem ser distribuídos ao Sistema Penitenciário

ÁLCOOL GEL 70 ANTISSÉPTICO MY HEALTH 430g nas americanasÁLCOOL GEL 70 ANTISSÉPTICO MY HEALTH 430g nas americanas
Com a produção e distribuição do primeiro lote de 400 unidades de álcool em gel aos servidores do Sistema Penitenciário de Rondônia (profissionais de saúde e policiais penais), a parceria para produção firmada entre órgãos públicos e entidades privadas é custeada com recursos da Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas (Vepema) do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ), com a coordenação da Secretaria de Justiça (Sejus), que anuncia a retomada da produção.
A produção de álcool em gel resulta da parceria do Governo de Rondônia com vários órgãos e entidades privadas para atender à demanda do Sistema Penitenciário
A meta, segundo Túlio Rogério de Souza Lima, gerente de Reinserção da Sejus, é produzir dois mil litros de álcool em gel e distribuir por todo o Sistema Penitenciário do Estado, como uma ferramenta a mais na luta contra a disseminação do novo coronavírus, entre os servidores da Sejus e profissionais de saúde que atuam dentro dos estabelecimentos penais de Rondônia, de modo a assegurar prevenção de toda a comunidade e em especial desse grupo de agentes públicos.
De acordo com a juíza Kerley Alcântara, da Vepema, órgão do Judiciário rondoniense que financia o projeto (R$ 15.710 mil), a iniciativa visa atender a necessidade do Sistema Penitenciário num momento difícil, em que se levou em conta o conjunto da situação e o custo benefício do projeto para produção de álcool, visto que a aquisição pela Sejus obedece a um rito que poderia atrasar ainda mais o atendimento à demanda dos servidores e dos profissionais de saúde do sistema.
Para a juíza, o mais importante é o resultado do trabalho desta parceria que possibilitou abreviar a tomada dessas medidas (produção e distribuição de álcool em gel) e os benefícios de sua utilização pela comunidade do sistema, que sem dúvida está sendo fundamental para evitar a disseminação do coronavírus.
Túlio Rogério fez questão de agradecer o apoio de todos os parceiros neste projeto, citando inicialmente a própria Vepema, a Universidade Federal de Rondônia (Unir) e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que produziram o álcool, o Ministério Público Estadual (MPE), que doou rótulo com QR Code para as embalagens, Rondoquímica e Amazonbio, que doaram produtos – peróxido de hidrogênio e glicerol 98% – necessários à fabricação do álcool em gel, e Dydyo Refrigerantes que doou garrafas pet para o envase do produto, entre outros parceiros que se colocaram à disposição.
A produção do álcool em gel 70% é coordenada pelo pesquisador em saúde pública da Fiocruz Rondônia, Leonardo de Azevedo Calderon, doutor em Ciências Biológicas pela Universidade de Brasília (UNB) e professor associado do Departamento de Medicina da Unir, que esclarece que a produção segue padrões recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e todos os procedimentos utilizados na fabricação do produto podem ser acessados por meio de um QR Code, que vai impresso no rótulo da embalagem.
Fonte: Rondoniaovivo

Postar um comentário

0 Comentários