Governo de RO cria força-tarefa para avaliar danos causados pelo rompimento das barragens - Diário de Rondônia - Aqui Você Fica Bem Informado

Post Top Ad

ANUNCIE CONOSCO - (69) 98431 - 0154

Governo de RO cria força-tarefa para avaliar danos causados pelo rompimento das barragens

Share This
2846_whatsapp-image-2019-03-30-at-10-11-16-jpeg2846_whatsapp-image-2019-03-30-at-10-11-16-jpeg

Foto: Luiz Martins/ Rede Amazônica

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) montou uma força-tarefa para avaliar os danos ambientais e materiais causados pelo rompimento de duas barragens no distrito de Oriente Novo, em Machadinho D'Oeste (RO), no Vale do Jamari. Sobrevoos começaram a ser realizados na região no sábado (30).
O governador Marcos Rocha informou em uma rede social que a Sedam está realizando os trabalhos junto ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e com apoio da perícia da Polícia Civil. Os dados levantados pelos órgãos até o momento ainda não foram divulgados.
Rompimento das barragens
Duas barragens romperam devido o volume de chuvas na noite da última sexta-feira (29) em Oriente Novo, distrito de Machadinho D'Oeste (RO). Cerca de 100 famílias ficaram isoladas pois sete pontes foram destruídas pela força da água. Não há registro de mortes até o momento.
Segundo informações da Sedam, uma tromba d'água atingiu o barramento, que rompeu. No entanto, não existe risco de contaminação da área pois o material derramado é formado por areia e argila, sem a presença de metais pesados.
O gestor ambiental da Metalmig Mineração Industria e Comércio S/A, Renato Plautino, confirmou que as barragens estavam na área de responsabilidade da mineradora, mas disse que estavam inativas há décadas.
Relatório da Agência Nacional da Águas
Um relatório divulgado pela Agência Nacional de Águas (ANA) revelou que 22 das 35 barragens de Rondônia tem alto potencial de dano. Dano potencial alto significa que, caso a barragem se rompa, poderá causar muitas mortes e grande destruição ambiental e material. No estado ainda há 15 classificadas como de alto risco.
O Governo Federal diz que Categoria de Risco (CRI) alto ou com Dano Potencial Associado (DPA) alto vão ter fiscalização priorizada no país.
- Em relação às barragens do distrito de Oriente Novo, a SEDAM está empenhada com uma força-tarefa junto ao IBAMA, averiguando informações no Sistema de Gerenciamento de Barragem de Mineração - SIGBM e na Agencia Nacional de Mineração (ANM), juntamente com órgãos responsáveis pelas vistorias e monitoramento para oferecer informações técnicas seguras e oficiais à população. Estão sendo sondadas outras situações no estado. Nossa maior preocupação no momento, são as famílias que ficaram isoladas em consequência do rompimento. Estamos atentos. Selva!!
- Já pela manhã, uma equipe de perícia da Polícia Civil, com apoio do Ibama, iniciou sobrevoo no local atingido para estimar os danos causados.
Fonte: G1 Rondônia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

ANUNCIE CONOSCO (69) 98431-0154