PUBLICIDADES

PUBLICIDADES

Jovem encontrada morta em cisterna foi vítima de estupro coletivo


A jovem Rafaela Martins Cardoso, de 18 anos, foi vítima de estupro coletivo antes de ser morta estrangulada e ter o corpo jogado em uma cisterna em Águas Lindas de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. O delegado responsável pela investigação, Cléber Martins, disse que dois suspeitos de participar do crime foram presos, um foi encontrado morto e outras três pessoas são procuradas.

“Três homens a estupraram. Já é assim considerado”, afirmou. De acordo com as investigações, dois deles são os presos e o terceiro o que foi encontrado morto.

Rafaela desapareceu na madrugada de quarta-feira (6). Câmeras de segurança mostraram quando ela estava em um ponto de ônibus e é colocada dentro de um carro. Ela teve o celular roubado e foi levada para uma chácara, onde ocorreu o abuso e a morte.

O delegado investiga ainda se o crime foi cometido porque alguns dos autores, que são conhecidos da vítima, foram vistos por ela na região e teriam ficado com medo, já que o irmão dela seria um detento temido no local. Apesar disso, o Martins crê que o crime não foi premeditado.

Quer receber as principais notícias do Nova Cruz Oficial direto no seu Whatsapp? É SIMPLES! Basta salvar o número 84 99678-5419 na agenda de seu celular, e, mandar uma mensagem para nosso whats com seu nome e cidade que mora

Leia reportahem completa direto do G1
Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.