Depressão e suicídios na região de Rolim de Moura; saiba como se prevenir e identificar esta doença - Diário de Rondônia - Aqui Você Fica Bem Informado

Post Top Ad

ANUNCIE CONOSCO - (69) 98431 - 0154

Depressão e suicídios na região de Rolim de Moura; saiba como se prevenir e identificar esta doença

Share This
1527_como-prevenir-a-depressao-jpg


Após os mais variados casos de suicídios devidos a depressão, ocorrido na região de Rolim de Moura nos últimos meses, inclusive o último, no domingo, 17, envolvendo um jovem que estaria depressivo, o site Rolim Notícias realizou uma pesquisa sobre o assunto.

A depressão muita das vezes não é demonstrada por quem está com ela, as vezes um sorriso esconde muitos sofrimentos de uma pessoa. Inclusive o último caso, o jovem era funcionário de uma empresa de designer gráfica e a pouco menos de um ano teria vindo do estado do Espirito Santo. Morava sozinho com a mãe, a quem ele cuidava com muito carinho.

Segundo os colegas de profissão, o jovem era tranquilo no serviço, conversava com todos e não aparentava estar com depressão, mas, no entanto, ele nunca teria conversado com os colegas sobre sua vida particular.

Mas para que novas tragédias como está não venham ocorrer, buscamos pesquisar sobre o tema, Depressão, e como evitá-la.

Antes de qualquer coisa, busque identificar se você está com depressão, se estiver, fale com a sua família, e busque ajuda, identifique também se existe familiares ou amigos com alguma mudança em seu comportamento no dia a dia, se perceber, busque conversar com eles, o diálogo é o melhor remédio nestes caso, e após busque ajuda de um psicólogo. Não tenha vergonha, pois é a sua saúde, de seus familiares ou amigo que estará em jogo.

Confira um breve texto registrado no site Psicólogos Berrini, escrito pela Thaiana F. Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

Saiba como prevenir a depressão e quando procurar ajuda

A depressão é a doença do século, incapacitando milhares de pessoas no mundo. Seus números têm crescido de forma alarmante e hoje sua prevenção é pauta em diversos fóruns de doenças mentais, nos quais estudos avançam para prevenir a depressão. Grande parte dos atendimentos em consultórios de psicologia se deve a esse transtorno, com causas variadas. Além do grande sofrimento, a depressão pode levar ao suicídio.

A doença tem predisposição genética, e pode ocorrer em qualquer fase da vida, interferindo e trazendo sofrimento ao paciente, sendo mais comum em mulheres. Ela pode ser despertada por circunstâncias diversas, e após estabelecida altera toda a percepção do indivíduo.

Com a percepção alterada, o paciente deixa de receber estímulos que o façam sentir prazer e experimentar estados de felicidade. Ele passa a absorver grande parte da carga e pensamentos negativos ao qual estão expostos.

A prevenção depende do auto-diagnóstico, permitindo a quem apresente sinais de depressão busque apoio o mais rápido possível, para que a doença não se estabeleça, nem progrida. A depressão ocorre com maior frequência na adolescência, vida adulta, pós-parto e na terceira idade.

Os principais sintomas da depressão são:

cansaço constante;
tristeza permanente ou profunda; pensamentos negativos;
problemas de apetite e sono;
dores de cabeça;
alterações gastrointestinais;
tensão muscular;
ansiedade.
Estar atento aos sintomas, assim como buscar ajuda é fundamental para o tratamento desse transtorno psicológico. Alguns hábitos podem nos afastar da depressão. A prevenção é sempre o melhor remédio. Conheça agora algumas formas de prevenir a depressão.

1) AUTOCONHECIMENTO E PENSAMENTOS PRODUTIVOS

Boa parte dos conflitos que levam a depressão vem da falta de autoconhecimento, autoconfiança e pensamentos negativos. Por isso é fundamental buscar conhecer a si mesmo, desenvolver a fé e ter pensamentos positivos. Procure ler bons livros e manter a positividade, mesmo em situações de crise. Tenha em mente que tudo pode ter solução.

2) ALTERNAR OBRIGAÇÕES E ATIVIDADES PRAZEROSAS

Tenha momentos e lazer alternados entre atividades mais complexas. Ter uma rotina mais leve, com janelas de ócio, momentos para dedicar-se a si mesmo, desenvolver talentos, hobbies afasta a depressão e nos traz mais qualidade de vida.

Reserve um tempo para fazer o que quiser, seja visitar amigos, seja ir ao cinema, enfim, relaxar. Isso fará com que as obrigações e preocupações não ocupem todo seu tempo, evitando a sensação do desperdício da vida.

3) PARA PREVENIR A DEPRESSÃO É ESSENCIAL TER BOAS COMPANHIAS

Tenha e mantenha bons amigos. Reservar momentos para estar com pessoas que amamos nos dá a sensação de estarmos vivos e vivendo bem.

Abraços e carinho liberam endorfina e promovem um estado natural de felicidade. Estar acompanhado de pessoas negativas irá envenenar seus pensamentos. Selecione suas companhias para viver bem e prevenir a depressão.

4) PRATIQUE EXERCÍCIOS FÍSICOS

O corpo libera hormônios e neurotransmissores essenciais e responsáveis por nossa felicidade e prazer quando realizamos atividades físicas. Serotonina, Dopamina e Endorfina auxiliam na prevenção e no tratamento de quadros de depressão. Vale qualquer tipo de atividade: dançar, cantar, caminhar, correr, brincar com as crianças ou mesmo namorar bastante.

5) BOA ALIMENTAÇÃO PODE PREVENIR A DEPRESSÃO

Uma alimentação rica em vitaminas e sais minerais pode contribuir e prevenir a depressão. Alguns alimentos como o chocolate amargo, abacate, leite, carnes magras, sucos, legumes e verduras colaboram com a produção de serotonina, dopamina e endorfina. Eles irão combater os radicais livres que o corpo libera em estados de depressão e cansaço, favorecendo a prevenção da doença.

6) PROCURE AJUDA PROFISSIONAL

O diagnóstico e acompanhamento de um profissional especializado em saúde mental é fundamental para a prevenção e tratamento da depressão. A psicoterapia não atua apenas no tratamento, ela é uma grande aliada na prevenção e progressão de transtornos. Ela fortalece o autoconhecimento e autoconfiança e possibilita que as pessoas possam viver melhor e de forma mais plena.

O diagnóstico precoce e o acompanhamento pode evitar complicações causadas pela depressão. Lembramos que o avanço da doença pode levar ao suicídio e a incapacitação. Se você tem sintomas relacionados com a depressão ou conhece alguém que tenha, busque apoio psicológico para prevenir e tratar a depressão. Ela é uma doença grave, muitas vezes silenciosa.

Autora: Thaiana F. Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

Fonte: Rolim Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

ANUNCIE CONOSCO (69) 98431-0154